domingo, 29 de junho de 2008


2 comentários:

Teka disse...

Enternecem-me sempre estas imagens lindas de um lugar tão especial que mora no meu coração.
Custa estar tão longe, custa não poder receber nem dar aquele abraço.
Custa a distância cu$tar tanto.
São, mesmo assim, muitos anos de conversas, abraços e beijos que aproximam e não nos deixam afastar.
Hoje os meus olhos molham-se, porque me apetecia partilhar mais do que estas letras pequeninas alinhadas.
Hoje era uma mão que eu queria, uma salada da horta, uma cajurosca partilhada, conversas sentidas pela noite dentro, alimentar as carpas, olhar a beleza das orquídeas.
Hoje eu queria...
Saudades dos dois, saudades desse lugar mágico.

mlanat@oi.com.br disse...

Lido Té. Logo vc vem partilhar destelugar que é seu tammbém.
Beijos.